Mais Autonomia

RECEBA
NOVIDADES

Cadastre-se para receber novidades:


Você sabia que as estrelas nas moedas de Cruzeiro eram sinais em braile?

Você sabia que as estrelas nas moedas de Cruzeiro eram sinais em braile?

As estrelas que apareciam nas moedas de cruzeiro e cruzado no final dos 1980 e início dos anos 1990, tinham outra função além de estética.

Elas foram dispostas em braile com o objetivo de informar o valor aos deficientes visuais. A observação do formato das estrelas nessas moedas foi feita pelo colecionador  Sérgio Mendes,  em seu blog.

“Ainda hoje, poucos países do mundo usam o braile nas moedas para auxiliar os deficientes visuais a reconhecer as moedas” – Diz, Sérgio.

No caso dessa série específica, o detalhe tem relação ao significado das estrelas no reverso. E notório que a disposição e o número delas e cada anverso não obedecem à forma como se encontram na bandeira nacional, com exceção da estrela α-Spica, que representa o Pará e fica acima da faixa; segundo Vergara (2002, p. 231 e ss.), as estrelas representam o valor em braile.

Para as moedas de centavos, colocadas em circulação a partir de 28 de abril de 1989, vêm simplesmente o sinal que representa o número; o mesmo vale para as peças precursoras, da série, as três moedas de 100 cruzados comemorativas do centenário da abolição da escravidão (1988).

Braile nas moedas de 100 Cruzados. Reverso comum das três peças comemorativas do centenário da abolição da escravidão (1988); no centro, á direita, os três sinais compostos de uma, três e três estrelas, representando os números 1, 0 e 0, que formam 100, o valor da peça.

Reverso comum das três peças comemorativas do centenário da abolição da escravidão (1988); no centro, á direita, os três sinais compostos de uma, três e três estrelas, representando os números 1, 0 e 0, que formam 100, o valor da peça. Repare a ausência do prefixo numérico.

 

As peças incluídas já no padrão novo, o cruzeiro, lançadas em 31 de maio de 1990, com exceção da de 1 cruzeiro, trazem, além dos símbolos numéricos, o chamado prefixo numérico, que indica para o deficiente visual que a sequência tátil que se segue representa número. Característica que segue inclusive a polêmica moeda “Cruz de Cristo”, a de 1 cruzado novo que não chegou a ser emitida.

Braile na moeda de 1 Cruzado Novo que não chegou a ser lançado mas que tem a mesma configuração das peças futuras de 5, 10 e 50 cruzeiros. Além o sinal do número em si, há, à esquerda deste, o prefixo numérico (o L invertido).

Anverso da peça de 1 cruzado novo (“Cruz de Cristo”), que não chegou a ser lançada, mas que tem a mesma configuração das peças futuras de 5, 10 e 50 cruzeiros. Além o sinal do número em si, há, à esquerda deste, o prefixo numérico (o L invertido).

Braile na moeda de 5 cruzeiros, comparando com a imagem acima de 1 cruzado novo

 

Categorias

0